Ariana Nasi| Ansiedade na quarentena: O que fazer para lidar?

2702
Ansiedade na quarentena.

Por conta da pandemia do coronavírus, a indicação é o distanciamento social, ou seja, que todos permaneçam em suas casas para evitar o avanço da doença, muitas pessoas estão nervosas e sem saber o que fazer. Neste texto, vou falar de como lidar com a ansiedade na quarentena.

Este sentimento pode ser causado tanto pela situação de isolamento quanto pela preocupação por não saber quando isso vai acabar e das consequências sociais e econômicas. Há ainda quem tem medo de ficar doente.

Assim, é essencial cuidar da saúde mental para driblar os impactos negativos causado pelo distanciamento social, que vão além da ansiedade, como o medo, sono desregulado, irritabilidade, humor deprimido, raiva, preocupação e estresse.

A seguir, confira algumas dicas para passar pela ansiedade na quarentena melhor forma possível.

1. Não se cobre tanto: Você não precisa fazer tudo

Com o início da quarentena, grande parte das empresas entraram em home office. Além disso, nos vimos sob uma avalanche de conteúdos disponibilizados para passar com tempo, como treinos online, liberação de canais de streaming, e-books, cursos, etc.

Essa grande disponibilização de conteúdo é algo muito positivo, já que é possível se distrair com diversas atividades. Mas, por outro lado, também causa cobrança de produtividade.

Ansiedade na quarentena: Crie sua nova rotina em casa sem cobranças.
Crie sua nova rotina em casa sem cobranças.

Então, siga seu limite. Não se cobre tanto. Este é um momento que nos sentimos paralisados e é normal querer passar demorar um pouco para conseguir estabelecer uma rotina. Siga seu tempo e priorize as obrigações.

2. Se alimente bem

Se alimentar bem e de forma equilibrada é um dos principais fatores responsáveis pelo aumento da imunidade.

Então, nesse período, aproveite para testar receitas novas, com alimentos saudáveis. A “cozinhaterapia” também é eficiente para aliviar a ansiedade.

Este é um bom momento para testar receitas novas. Priorize os alimentos saudáveis.
Este é um bom momento para testar receitas novas. Priorize os alimentos saudáveis.

É claro que vai ter um momento em que você vai querer comer uma sobremesa gostosa ou um salgadinho. Mas, no geral, priorize a alimentação saudável e também uma rotina de horários para realizar as refeições.

3. Tenha calma e não ajude a espalhar fake news

É difícil falar isso quando estamos vivenciando uma situação completamente nova. Mas, nesse momento é preciso ter calma e acreditas nos profissionais de saúde, tendo responsabilidade social.

O excesso de informação pode atrapalhar esse processo. Assim, busque se informar somente de fontes confiáveis, já que nesta situação muitos se aproveitem para espalhar fake news. Então, tenha aplique um filtro e sempre verifique se a informação é confiável. Vale ressaltar que espalhar notícias falsas, em especial agora que as coisas acontecem com grande velocidade, é ainda mais motivo para pânico e ansiedade.

4. Faça atividades que causem bem-estar

Sabe aquelas coisas que você estava postergando fazer a bastante tempo, tipo arrumar o armário ou organizar os arquivos do computador? Use o tempo livre para fazer essas coisas.

Estabeleça também uma rotina de exercícios físicos que possam ser feitos em casa.

Praticar exercícios em casa ajudam a diminuir a ansiedade na quarentena.
Praticar exercícios em casa ajudam a diminuir a ansiedade na quarentena.

Mexer o corpo faz com que o organismo libere endorfina e serotonina, que são hormônios que contribuem om a sensação de relaxamento, bem-estar e, consequentemente, uma boa noite de sono.

5. Deixe o celular um pouco de lado para diminuir a ansiedade na quarentena

É muito tentador ficar o tempo todo falando com os amigos e familiares, consultando as redes sociais e vendo as notícias. Mas, é importante focar em outras coisas e deixar o celular um pouco de lado.

Faça atividades como ver um filme sem olhar para a tela do celular, estabelecer uma meta para ler uma quantidade de páginas de um livro para ler, cuidar das plantas e cozinhar.

Você vai ver como limitar o uso do celular é muito bom para descansar a mente e diminuir a ansiedade.

6. Desenvolva a responsabilidade social

Eu sei que você pode estar não aguentando mais estar em casa. Realmente, é uma situação extrema de estresse, ainda mais para quem está acostumado a ter uma rotina na rua.

Mas, ficar em casa é um ato de responsabilidade social e de cuidado tanto com você e sua família quanto com o próximo, em especial com as pessoas que estão inclusas no grupo de risco.

No caso de a saudade de quem se gosta apertar use a tecnologia para mandar mensagens e fazer vídeo-chamadas. A situação é provisória e ficar em casa nesse momento é uma forma eficiente para que isso tudo termine logo.

7. Crie uma rede de apoio positiva

Nesse momento, o melhor a se fazer é manter contato com pessoas que você pode não apenas contar, mas ajudar também.

Essa rede de apoio deve ser composta por pessoas que você se sinta bem em conversar e compartilhar informações.

Fique em contato com quem lhe faz bem.
Fique em contato com quem lhe faz bem.

Isso porque, a gente absorve a energia das pessoas que tem contato, então devemos buscar aquelas que favorecem trocas positivas.

8. Invista na meditação para minimizar a ansiedade na quarentena

A meditação é um exercício interior que busca desenvolver a concentração profunda, visando um treinamento mental para que as pessoas possam lidar melhor com as emoções como estresse dor e sofrimento, além de favorecer o autoconhecimento.

Há estudos que apontam que a meditação afeta áreas do cérebro responsáveis pelo bem-estar.

Entre os estudos acerca da meditação, é comprovado a melhora do sono, concentração, cognição, capacidade de memorização e também o fortalecimento do sistema imunológico.

Se você nunca meditou, pode parecer difícil concentrar a atenção, mas há diversas meditações guiadas na internet, seja em site ou aplicativos, que são uma forma de começar a meditar.

Com a prática frequente você vai conseguir se concentrar mais facilmente e usufruir dos efeitos positivos em sua vida.

8. Atente para a respiração

Além da meditação, as técnicas de respiração também ajudam a diminuir a ansiedade.

Isso porque, quando a gente fica ansioso acaba hiperventilando, ou seja, o ar é inalado com mais rapidez e de forma mais rasa.

A respiração consciente faz com que a ansiedade seja minimizada. Portanto, quando sentir que a ansiedade está chegando, respire mais lentamente. Inspire o ar e expire lentamente para sentir a expansão do tórax e abdômen lentamente.

Há diversas técnicas de respiração, com a respiração quadrada em que você inspira o ar contando lentamente até três. Segura o ar no pulmão contando lentamente até três e depois solta o ar bem lentamente.

Depois de expirar, prenda a respiração contanto até três e recomece o processo até sentir que a ansiedade está diminuindo.

Espero que você tenha gostado desse conteúdo que preparei para esse momento de ansiedade na quarentena. Não esqueça que estamos todos juntos nessa! Vou deixar abaixo um vídeo falando mais sobre isso.

View this post on Instagram

Estamos todos passando juntos por esse momento complicado do planeta, estamos de quarentena, em casa, não por escolha, mas porque precisamos, porque estamos recolhidos para nos proteger, nos resguardar e guardar o que é realmente importante, nossa saúde. 🌟⁣ ⁣ Toda essa situação é nova, desconhecida, e isso gera insegurança, medo e principalmente ansiedade.⁣ ⁣ A ansiedade tem sido o mal do século, e também da quarentena. Estamos ansiosos por insegurança do futuro, por medo do desconhecido e também pela quantidade de informação que chega até nós. Tanto informações da “sombra” como noticiários de TV, textos de WhatsApp, notícias de Instagram , YouTube etc etc etc ….⁣ ⁣ Mas também de informações da “luz” que mesmo sendo informações de positividade, acabam trazendo ansiedade, pois tem tanta coisa bacana acontecendo que acabamos sofrendo de um sintoma de FOMO (Fear of Missing out). Que é o medo de estar perdendo alguma coisa e ficar por fora. 📲⁣ ⁣ Outra coisa que acaba trazendo ansiedade é a falta de rotina ou a nova rotina que não estamos acostumadas dentro da nossa casa. ⁣ ⁣ E como fazer para transformar isso tudo e não ficarmos super ansiosas nessa quarentena ??⁣ ⁣ Não negar o medo e a ansiedade, é normal sentirmos, todos vão sentir, acolher esses sentimentos e saber que está tudo bem. Procurarmos uma rede de apoio positiva e cortar as negativas pois quando nos relacionamos com pessoas que reverberam positividade isso se espalha por nós e por todos. 🌸⁣ ⁣ Escolher o que você vai consumir – desde alimentos, livros, notícias …se vc consome o negativo a energia negativa fica em você, o mesmo acontece com o positivo.⁣ ⁣ Podemos criar uma rotina da quarentena com seus novos papéis assim você se sentirá mais segura. E sempre escolher algo que te conecte, te acalme pode ser meditação, respiração, exercícios, leitura, o importante é que te faça bem, te nutra e te energize.⁣ ⁣ Acreditem nos vamos todos sair dessa bem e transformados. ✨✨✨⁣ ⁣ #ressignificandoabeleza

A post shared by Ressignificando a Beleza (@ressignificandoabeleza) on

Artigo anteriorAriana Nasi| Quarentena do COVID 19: Dicas para home office produtivo
Próximo artigoAriana Nasi| Ressignificando a Beleza: A importância do autoconhecimento